Buscador Avanzado

Autor

Tema

Libro de la biblia

* Cita biblica

Idioma

Fecha de Creación (Inicio - Fin)

-

DAMOS-TE GRAÇAS COM FORÇA E TERNURA / BOA NOTÍCIA

Written by
Rate this item
(1 Vote)

DAMOS-TE GRAÇAS COM FORÇA E TERNURA


Hoje, Senhor, queremos cantar-te

com a nossa voz humana,

com as nossas palavras torpes e livres,

a nossa linguagem popular,

que Tu entendes muito bem,

porque a comunicação é possível.

 

Porque somos peregrinos no caminho da vida,

porque deixamos de ser ilhas,

porque percorremos caminhos e charcos,

praias, desertos, montanhas e planícies,

pela tua presença viva nesta aventura,

damos-te graças com força e ternura.

 

Pelo nosso ser aberto que partilhamos,

pelo nosso íntimo que tanto amamos,

pelo nosso eu cego que às vezes nos mete medo

e também pelo nosso eu desconhecido que desperta,

por tudo o que somos e partilhamos,

damos-te graças com força e ternura.

 

Por todos os pequenos e grandes caminhos

de comunicação, diálogo e encontro:

pela palavra e pelo gesto com a mão aberta,

pelo sorriso, pela piscadela, o beijo e as lágrimas,

pelo abraço apertado e todos os sentidos,

damos-te graças com força e ternura.

 

Pelos olhos que sabem dizer o que trazem dentro,

pelos pés que nos aproximam dos que estão sós,

pelo corpo que expressa os nossos sentimentos,

pelos corações que batem em uníssono,

pelos que com o seu amor nos comunicam vida,

damos-te graças com força e ternura.

 

Porque nos pusemos a caminho a toda a pressa,

e entramos na casa do pobre;

porque há ventres cheios de espírito vivo,

e tu estás connosco ao longo do caminho

como prenda e sinal de comunicação,

damos-te graças com força e ternura.

 

Florentino Ulibarri

Traducción de Marcelino Paulo Ferreira



BOA NOTÍCIA


E se tu fosses meu filho/a,

a quem amo com paixão,

em quem encarnei e enviei

como Boa Notícia

para os seus irmãos?

 

Olha o meu coração de Pai

que não mente,

que sangra por amar sem limites.

Pensas que é uma brincadeira

ao confessar a minha esperança em ti

para ser Boa Notícia

entre os teus irmãos pobres?

 

Falo como Pai

que tem um Filho que me compraz,

que é teu irmão,

que festejais todos os anos.

Mas... não sabes como foi Boa Notícia

para os seus irmãos,

teus irmãos sempre?

 

Sim, creio em ti.

E afirmo que há Natal.

Como não vai haver

se tratais de vos fazerdes ricos

sendo pobres!

Como não vai haver

se tendes trivializado a vossa sorte

e nada vos compraz!

 

Abri o céu para sempre,

porque os meus olhos já não podem afastar-se

desta terra, vossa e minha,

na qual tantos e tantas sofrem,

olham, esperam sem saber donde.

Não vês como anseiam a Boa Notícia

tantos e tantos homens e mulheres,

teus irmãos, sempre?

 

Quero que compreendas e rejubiles.

O mistério não é obscuridade

mas profundidade de amor e vida.

Isto é o Natal!

Não o deturpes!

Peço-te um impossível

ao querer que mudes,

que sejas pessoa nova,

que nasças para a vida,

tua e de teus irmãos pobres?

 

E quero que os anjos novamente cantem:

«Paz na terra.

Hoje, nasceu-vos um Salvador.

Alegrai-vos.

Glória a Deus!».

É letra minha e espero

que componhas uma música

para a cantar na terra

aos teus irmãos pobres.

 

Já sei que não posso pedir-te nada,

que és livre...

Nasceste das minhas entranhas

e levas o meu selo no sangue!

Mas não me peças que renuncia a ser Pai,

a dar vida,

a oferecer Boa Notícia, livremente,

a ti e a teus irmãos,

pois é o que mais me dá prazer!

 

Florentino Ulibarri

Traducción de Marcelino Paulo Ferreira

Read 5371 times
Login to post comments